quarta-feira, 4 de março de 2009

Brincar com o tempo

Vim só avisar que, terminado o devaneio sobre a viagem de um certo viajante, neste cantinho se vai continuar a brincar com o tempo. Não para já, que não seria prudente abusar assim dele repetidamente, uma e outra vez, em seu tão curto espaço, mas num futuro não muito distante. Para já - forma de expressão, pois não deve entender-se que este para já signifique que seja, literalmente, para já, mas mais para um dos próximos dias - para já, dizia, será tempo não de com ele brincar, mas de brincar com outros devaneios. Um fio de memória começou a ser puxado... veremos o que ele nos traz...

9 comentários:

Fenix disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fenix disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fenix disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Devaneante disse...

Fénix, não adianta, não vais arrancar-me uma única palavra antes de chegar o tempo (seja o de brincar com ele ou o dos outros devaneios).

E não adianta tentares adivinhar... o melhor será mesmo esperar...

Quanto à espera, como diz o texto, para já vêm os outros devaneios, depois chegará o tempo de voltar a brincar com o tempo.

;-)

Fenix disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
filha do administrador disse...

:D
sempre quero ver essa memória a funcionar

lélé disse...

Sei que vou gostar e também que vou gostar muito mais do que imagino, mas não imagino quanto!... Este é o gosto da expectativa... Aguardo pelo gosto do acto...

mfc disse...

O desenvolvimento da temática do Tempo é sempre interessante... e dá excelentes posts!

Fenix disse...
Este comentário foi removido pelo autor.