sexta-feira, 25 de janeiro de 2008

Universo simulado - Parte III

(continuação do Universo Simulado - Parte I e Parte II)

Numa outra dimensão, numa outra forma de comunicação, numa outra linguagem, um diálogo cuja tradução apenas se pode aproximar:

“Foi identificado um problema na simulação. Alguns dos elementos simulados tomaram consciência da sua condição. Descobriram uma forma de ter a certeza... Fizeram tantas coisas inesperadas que acabaram por conseguir explorar um problema no programa de simulação e com isso pararam o computador.”

“Um problema no programa de simulação?...”

“Uma situação que não estava prevista… Faz o programa de simulação entrar num ciclo infinito. O sistema de monitorização detectou o problema e parou o simulador.”

“E quais são as soluções possíveis?”

“Podemos corrigir o erro no programa e retomar a simulação a partir de um ponto anterior. De qualquer modo, isso não impedirá que eles mantenham as certezas que já descobriram… É uma questão de tempo até que esse conhecimento chegue a todos os outros...”

“Não!... é muito cedo!... não, não podemos permitir que isso aconteça agora... ainda não!”

Pouco depois um computador informa:

“A carregar o backup seleccionado…”

...

“Backup correctamente carregado.”

“Carregadas condições externas adicionais.”

...

“Simulação retomada.”

Num hipotético universo simulado, um hipotético professor universitário sofre um ataque cardíaco fulminante e morre. Duas hipotéticas semanas depois, um hipotético finalista de uma hipotética engenharia informática, escolhe para hipotético projecto de fim de curso um sistema para controlar um hipotético robot industrial.

Fim.

4 comentários:

A Túlipa disse...

Realmente. Convenceste-me que, de facto somo uma simulação, quem sabe uma experiência que alguem continuará a programar até um dia nos aproximarmos da perfeição... Mas seremos máquinas então?

MARIA MERCEDES disse...

Lembras-me o Douglas Adams e o seu hilariante "Hitchhiker's Guide to the Galaxy", com a resposta do Supercomputador à pergunta "What's the meaning of life, the Universe and everything?"

Gosto das tuas ficções, cheias de humor elegante e futurista!

beijinho cibernético

Fenix disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fenix disse...
Este comentário foi removido pelo autor.